.

Haveremos de continuar a andar descalços nas ervas e a beijar em parques, a saltar em concertos e a correr nus na praia. Se explodir a maldade, o sangue e o ódio, temos a benção de algures numa rua desta vida termos cruzado olhares, trocado palavras, abraçado a saudade.
No meio do caos do universo há um planeta de sonho em que criaturas de amor se perdem por trocos e, lá no meio, estávamos nós, com a sorte e a dádiva de não estarmos no local errado à hora errada, de não termos nascido onde o sol se põe entre destroços, onde famílias fogem para ser, em cidades que ecoam o desespero . Gratidão é o silêncio, dai que me calo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s